Receita de risoto de laranja e ragu de pato

Mercado no fim de semana encheu a geladeira. Passeando pelas gôndolas e a vontade súbita ir para a Itália! E nada melhor do que um belo risoto para nos transportar – numa garfada – para lá.


– 2 xícaras de arroz arbório;

– 2 colheres de sopa de manteiga;

– 1/2 cebola picadinha;

– 1/2 xícara de salsão picado vem miudinho;

– suco de 2 laranjas seletas;
– Sal e pimenta;

– 1 taça de vinho branco seco para a receita e outra para você tomar durante o preparo;

– 1/2 xícara de Frana Padano ralado na hora

Caldo de legumes:

– 1 litro de água;

– 1 cenoura pequena cortada em pedaços grandes;

– 1 talo de salsão grosseiramente cortado;

– 1 cebola cortada em 4;

– Tomilho, louro e alecrim amarradinho por um barbante culinário: o nosso bouquet-garni.

– Casca de 1/2 laranja (sem aquele parte branquinha, mais amarga).

No mercado, o arroz arbório entrou no carrinho e convidou os outros ingredientes. Numa panela água, cebola, cenoura, salsão e um bouquet de louro, tomilho e alecrim para um caldo de legumes. Uma casquinha de laranja – sem a parte branquinha – para um toque especial. Noutra panela, cebola cortada pequenina jogada em cima da manteiga ou azeite quentes. Quando a cebola já estava ficando transparente, entrou o arroz arbório. Os grãozinhos fizeram a festa, ainda mais quando chegou o vinho. Aqui, um branco seco, que foi para a panela e para a taça. Vinho evaporando, blues tocando e o arroz cozinhando. Suco de laranja para dar aquele sabor. Colher firme mexendo e caldo de legumes regando o nosso risoto. Quando estava bem al dente, chuva de grana padano ralado, acompanhado de uma boa colher de manteiga. Pronto: só botar a mesa e servir com o ragu por cima. 

Para o Ragu:

– 500g de pato moído;

– 400g de pomodori pelati (molho de tomate pelado);

– 2 colheres de sopa de extrato de tomate;

– 1/2 cebola roxa picada;

– 1 cenoura cortada em cubinhos pequeninos;

– 1 talo de aipo, também em cubinhos mínimos;

– 1/2 taça de vinho tinto;

– Azeite.

– Tomilho, louro e alecrim, amarradinhos com um barbante culinário. O nosso lindo bouquet-garni.

– Sal e Pimenta a gosto.

– 1/2 xícara de água.

A panela esquenta no forno com azeite, que recebe a cebola de braços abertos. Aipo e cenoura se juntam e dão um colorido especial. Ficam conversando e trocando as cores, em fogo baixo, por alguns minutinhos. Ao, verde, roxo e laranja se junta o vermelho vivo da carne de pato. A colher mexe para unir os sabores e separar as pelotinhas. Uma panela grande é uma boa dica para comportar este ingrediente espaçoso. O vinho traz sabor e, ao evaporar, convida os molhos de tomate. Sal, pimenta, o nosso lindo bouquet. Água para completar. O ideal é não acelerar o relógio e deixar cozinhando por uma hora, sempre de olho para o molho não secar. Se o cheirinho estiver tomando conta da casa, acelere um pouquinho o relógio – fica sendo o nosso segredo – e bon appétit !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s