Alimentando conversas, risadas e sorrisos

cozinhar

 

Temos um dia-a-dia corrido e pouco tempo para uma pausa. Fazemos tudo com tanta pressa que, por vezes, substituímos refeições por lanches, comidos em pé, ou na frente do computador, e jantares, pela televisão. Quando chego em casa, mesmo que cansada, tenho prazer em cozinhar. Claro que há dias em que só queremos a nossa cama mas, de maneira geral, o barulho do fogo acendendo, a cebola dourando no azeite e o molho borbulhando na panela me trazem uma alegria inexplicável.

Não precisa ser complexo; não precisa demorar. A gente pode começar com uma receita simples (é só escolher a sua!). Uma vez na semana, substitua a comida pronta, congelada ou feita por outra pessoa, pela sua. Pelo seu tempero. Pela sua mistura. E coloque os pratos na mesa. Abra um bom vinho e converse. Desligue a TV e ligue o som – uma boa música sempre ajuda. Pergunte ao seu marido, mulher, pai, mãe, irmão, como foi o dia. Se morar sozinho (a), aproveite para refletir e se ouvir.

Capriche nos sabores, nas cores, e pense em coisas boas quando estiver preparado os alimentos.  Acho que cozinhar para alguém é uma forma de amor, de demonstrar carinho e cuidado. Não sirva de qualquer maneira: o prato é como uma tela em branco e, ali, “pintaremos” a nossa obra de arte.  Tenha calma. Pode ter certeza que a Mona Lisa não foi feita às pressas.

Aproveite e saboreie cada garfada, e deixe o tempo correr um pouquinho mais devagar. Torne a refeição um acontecimento, e não um instante. Alimente o corpo e também as conversas, as risadas os sorrisos. E, num breve momento, o silêncio: que tanto fala, quando uma comida está realmente deliciosa.

Que tal começar hoje? Faça parte do#alimentandoSorrisos #alimentandoConversas #alimentandoRisadas =)

 

Salpicão de frango

salpicão de frango

Costumo comer bastante frango grelhado (de preferência orgânico =). O único problema é que geralmente as bandejas de frango que compramos vêm com 1kg, ou seja, uma grande quantidade para duas pessoas: meu mardio e eu. Se comprarmos congelado, então, teremos que descongelar a bandeja inteira e cozinhar o frango (uma vez descongelado e cru, não deve ser guardado no freezer novamente).

Neste caso, sempre faço a totalidade que vem na embalagem: tempero com sal, pimenta, deixo grelhar numa frigideira com um fio de azeite, e guardo cozido. Mas ninguém merece comer a mesma comida, com o mesmo tempero, por diversas refeições. Por isso, hoje temos uma dica de como reaproveitar este franguinho grelhado e transformá-lo numa deliciosa salada de salpicão. Vamos precisar de:

– 2 peitos de frango;

– 1 cenoura ralada;

-1/2 cebola picadinha;

– 4 colheres de sopa de maionese light ou requeijão;

– 1/2 lata de milho verde em conserva;

– 1 colher de sopa de mostarda;

– 2 colheres de sopa de uva-passa sem semente (opcional)

– Batata palha (opcional) a gosto;

– Sal e pimenta a gosto.

salpicao de frango

Vamos começar desfiando, com as mãos, o frango e, em seguida, ralando a cenoura.

salpicão de frango

Agora, juntaremos todos os ingredientes, exceto a batata palha, misturando bem.

salpicão de frango

Na hora de servir, disponha a batata por cima do salpicão.

Sim, acabou, só isso, zefiní! Se você achar que o salpicão não está tão molhadinho, coloque mais uma colherzinha de maionese. Um dica bacana é substituir este ingrediente por requeijão light. Que tal experimentar? =)

salpicão de frango

 

Mousse de Aipo (salsão)

mousse de aipo (salsão)

 
Se você quer um aperitivo leve e saboroso, pode fazer esta receita! Acho o aipo aromático, além de ser bastante saudável e pouco calórico. Vamos à receita:

– 6 talos de aipo (salsão);
– 150g de ricota fresca;
– 2 colheres de sopa de cream cheese light;
– 1/2 cebola picadinha;
– 1/2 xícara de alho-poró picadinho (opcional)
– 2 colheres de sopa de azeite;
– 2 colheres de chá de mostarda (gosto de usar a em grãos ou Dijon);
– Suco de 1/2 limão;
– 1 envelope de gelatina em pó incolor, sem sabor;

image

Vamos começar retirando um pouco as fibras do aipo, para que a mousse não fique com aqueles fiapinhos. Para isso, usei um descascador de legumes, mas você também pode usar a faca. Não precisa perder muito tempo nesta etapa: é só um toque para que a mousse fique lisinha =)

mousse aipo salsao

Em seguida, piquei grosseiramente o aipo e coloquei no processador de alimentos. Caso não tenha um, não se preocupe: liquidificador neles! Juntei a cebola, o alho-poró, a ricota, o cream cheese, o azeite e o limão, batendo bem, até virarem uma pasta. Se estiver com muita pressa, pode parar nesta etapa e servir como pastinha, com torradinhas. Também fica delicioso!

mousse aipo

Continuando a nossa mousse…
Agora, vamos dissolver o pó de gelatina incolor e sem sabor em 1/2 xícara de água morna (esquento durante 1 minutinho no micro-ondas). Misture a gelatina dissolvida à nossa pastinha de aipo e, em seguida, desepeje a mistura numa travessa. É importante que a travessa esteja molhada para ser mais fácil de desenformar. Você pode usar um ramekin, um potinho, ou uma forma tipo de pudim, para ficar com aquele buraquinho no meio.

Mousse de aipo (salsão)

Deixe na geladeira por cerca de 2 horas e sirva gelada.

Mousse de aipo (salsão)

Está pronta a nossa mousse de aipo =).

Que tal começar o dia com uma tapioca?

tapioca

A tapioca é feita com a fécula da mandioca e não contém glúten. Ou seja, pode ser consumida, sem problemas, por celíacos. Fiz aqui com ingredientes light, mas você pode usar o recheio de sua preferência (até doce!). Para uma pessoa, vamos precisar de:

– 2 colheres de sopa de goma de tapioca, já hidratada (você encontra nos mercados);
– 2 colheres de sobremesa de cream cheese light;
– 2 fatias de blanquet ou peito de peru.

tapioca receita

Vamos começar peneirando a tapioca, para que fique bem fininha.

tapioca

Em seguida, espalharemos sobre uma frigideira.

tapioca

O próximo passo é deixar em fogo baixo até que endureça um pouquinho. Quando tiver durinha, vamos virá-la e acrescentar o recheio.

tapioca

Depois, com a ajuda de uma colher, dobre ao meio e deixe mais um bocadinho.

Pronto, é só isso. Use a sua criatividade no recheio e bon appétit!

tapioca

Purê de batata baroa (mandioquinha)

pure de batata baroa ou mandioquinha

Esta receita é fácil e um ótimo acompanhamento para diversos pratos. Vamos precisar de:

– 1 kg de batata baroa (mandioquinha);
– 1 colher de sopa de manteiga;
– Sal a gosto;
– Sim, é só isso =)

Vamos lavar bem as batatas, descascá-las e cortá-las em cubinhos bem pequeninhos. Isto agilizará o cozimento.
Em seguida, colocaremos numa panela, cobriremos com água e acrescentaremos um pouco de sal. Vamos deixa-las por lá até que fiquem molinhas. Para testar o ponto, fure algum cubinho com um garfo.

pure de mandioquinha baroa

Depois, vamos escorrer, retirando toda a água, e colocar as nossas batatas cozidas no liquidificador, com 1 colher de sopa de manteiga.

pure de mandioquinha baroa

Agora é só bater!

pure de mandioquinha baroa

Se necessário, acerte o sal. E, se quiser, coloque um pouquinho de pimenta.

Algumas receitas levam creme de leite ou leite, mas acho que, desta forma, o purê fica mais leve.

Simples assim! Bon appétit!

Abobrinha cremosa light

abobrinha cremosa light

Este é um ótimo acompanhamento para quem está de olho nas calorias. Fácil, rápido e sem sujar muita louça. Precisaremos de:

– 1 abobrinha média;

– 2 colheres de sopa (cheias) de requeijão light;

– Azeite, sal e pimenta a gosto.

Vamos começar cortando a abobrinha ao comprido, em fatias bem fininhas.

abobrinha cremosa light

Em seguida, colocaremos em uma travessa, temperadinhas com sal e azeite.  O requeijão virá por cima da nossa “cama” de abobrinha!

abobrinha cremosa light

Espalhe o requeijão e leve ao forno médio/alto por cerca de 20 minutos. Na hora de servir, dê um toque com um pouquinho de pimenta-do-reino.

Prontinho! Um acompanhamento light e superfácil!

Purê de couve-flor

purê de couve-flor

O purê de couve-flor é uma receita simples, fácil e um acompanhamento superleve. Para faze-lo, vamos precisa de :

– 1 couve-flor pequena;

– 2 xícaras de queijo minas padrão (curado) cortado em cubinhos;

– Sal a gosto.

couve-flor

Primeiro, vamos retirar as folhas da couve-flor e cozinhá-la em água fervente com sal. Quando estiver bem cozida e molinha, vamos desligar o fogo, escorrer a água e colocá-la no liquidificado, ainda quente.

queijo

Em seguida, juntaremos as duas xícaras de queijo minas padrão cortado em cubinhos e bateremos bem, até que fique com a consistência de um purê.

purê de couve-flor

Prontinho! É só servir com queijo minas padrão ralado por cima. Se quiser, coloque um pouquinho no forno para gratinar =)

Lentilha com linguiça calabresa

lentilha com calabresa

Esta receita de lentilha com linguiça calabresa dá um pouquinho de trabalho, mas é muito gostosa. Nela vamos usar a tão temida panela de pressão: uma ótima oportunidade para perder o medo! Quem nunca ouviu uma história de que a panela explodiu, sujou toda a cozinha, a tampa saiu voando por aí….Confesso que morria de medo, porém, depois que descobri como agiliza a nossa vida, virei fã. Acho que ela é quase um mito da cozinha mas que, se tomarmos alguns cuidados, é possível usar com total segurança Leia sempre o manual de instruções antes de usar e:

– Nunca encha de água/alimentos até a boca (1/3 da altura da panela precisa ficar livre);
– Sempre lave bem a panela, a válvula e o pino;
– Diminua o fogo quando a válvula começar a apitar;
– Não abra a panela sem ter a certeza de que o vapor saiu completamente;
– Se sentir que o vapor está escapando, troque a borracha;
– Se começar a sair água ou caldo de lentilha pelo pino, desligue o fogo: não é grave, mas se continuar cozinhando você correrá o risco de deixar a sua parede, fogão, quiçá teto coloridos com lentilha. Isso já aconteceu comigo! É só comprar uma borrachinha nova para a válvula de segurança e trocar. Vapt-vupt!).

Agora que você já sabe todos os truques, vamos para a receita:

– 2 xícaras de lentilha;
– 7 xícaras de água filtrada;
– 2 linguiças calabresas;
– 1/4 de cebola picada;
– 2 dentes de alho amassados;
– Sal e pimenta a gosto;
– Salsinha e cebolinha para decorar.

Numa panela de pressão, vamos colocar a lentilha e cobrir com as 7 xícaras de água.
lentilha
Agora, é só fechar bem a panela e levar ao fogo alto, até que “pegue pressão” – a pressão interna da panela aumentará e a água ferverá a uma temperatura de aproximadamente de 120 graus, fazendo com que a lentilha cozinhe mais rápido. Quando a válvula começar a apitar, você pode diminuir o fogo, pois a temperatura da água não irá aumentar mais. Esta é uma boa dica para economizar gás, sem prejudicar a sua receita!
Ah, e não se assuste com o apito! Isso é um sinal de que a sua panela está funcionando direitinho! Deixe ele lá, se mexendo de uma lado para o outro, cantando e dançando, por uns 15 minutinhos. Passado este tempinho, desligue o fogo.

Espere até que todo o vapor saia da panela, antes de abrir. Se você levantar o pininho e ainda tiver saindo vapor, não abra ainda!
Enquanto isso, vamos cortar as linguiças em cubinhos ou rodelas e coloca-las numa panela bem quente. Não é necessário usar azeite nem manteiga, pois vamos frita-las na própria gordurinha. Reserve.

linguiça calabresa

Nesta mesma panela que fritou as deliciosas linguiças, coloque a cebola e o alho para dourar. Agora vem o pulo do gato: quando a panela de pressão estiver sem pressão e você puder abri-la, pegue uma concha da lentilha e misture à cebola e ao alho, na outra panela. Com a ajuda da própria concha, amasse um pouquinho os grãos e depois misture esse caldo ao restante da lentilha (que estará na panela de pressão, já aberta). Coloque, também, a linguiça fritinha, sal e pimenta.

Vamos acender o fogo novamente para que a lentilha cozinhe mais um pouquinho – agora sem pressão – e incorpore os sabores. Espere ela engrossar e prove. Veja se precisa acertar o sal ou a pimenta. Decore com salsinha e cebolinha.

lentilha

Prontinho, agora é só fazer um arroz gostoso e servir!