Bolinho de baião de dois

Estava em casa assistindo ao programa “Tempero de Família” e vi uma receita bem gostosa de baião de dois. Fiquei com água na boca e resolvi fazer. Fui ao mercado, comprei os ingredientes – confesso que estes eu não tinha na minha geladeira – e fiz. Ficou realmente delicioso! O único ponto é que não comprei arroz parboilizado, como falava na receita, porque já tinha o agulhinha em casa. Com isso, o prato não ficou soltinho, mas também não prejudicou o sabor =).

Como estava com fome e me empolguei, acabei fazendo baião para um batalhão! E, aqui em casa, somos só dois – com fome, mas somos dois. No máximo, comemos por quatro :). Resultado: sobrou para caramba. Comemos no jantar também, mas no almoço do dia seguinte confesso que estava querendo mudar o menu. E o que fazer com toda aquela comida gostosa? Resolvi dar uma cara diferente e fiz um bolinho de baião de dois. \o/ E você, na sua casa, também pode fazer com o restinho de arroz, de risoto e até de feijoada! Estas receitas também estão aqui no blog.

Bolinho de baião de dois

Bolinho de baião de dois

Continuar lendo

Dica para servir o arroz

arroz desenformar servir

Sabe aquele arroz que você fez e ficou um pouco grudadinho? Nada de jogar fora ou servir de qualquer jeito. A gente come com os olhos e a apresentação é superimportante. Por isso, vou dar uma dica muito fácil para servi-lo.

Vamos precisar de:

– 1 xícara;

– 1 colher de chá;

– Prato que irá servir.

Primeiro, vamos colocar o arroz numa xícara ou potinho.

arroz servir

Em seguida, vamos pressioná-lo com uma colher, para que fique compacto. Tente não pressionar muito as laterais, para não ter dificuldade na hora de desenformar.

arroz servir

Coloque um prato sobre a xícara.

arroz servir desenformar

Vire o prato para baixo e retire, com cuidado, a xícara.

arroz servir desenformar

Prontinho! O seu arroz, um dia grudadinho e que você achou que fosse dar errado, virou um lindo acompanhamento de restaurante. E você também pode usar esta dica para desenformar arroz à piemontese, ou quase à piemontese, como fiz aqui. =)

arroz servir desenformar

Risotto al Chianti

risotto

Na nossa viagem para Itália resolvemos alugar um carro em Roma e, assim, seguir para a Toscana. Em algumas horas, o cenário começou a mudar. As parreiras surgiram e, ao fundo, conseguíamos ver os muros das lindas cidades medievais.

toscana

Após visitar Montalcino, San Quirico D’Orcia, Montepulciano e Pienza, fomos para o Chianti, região da Toscana famosa pelos vinhos com uvas Sangiovese e Canaiolo (tintas) e Trebbiano e Malvásia (brancas). E ele, o vinho, será o ingrediente que dará um toque especial a nossa receita de hoje.

– 2 cebolas roxas medias picadas;
– 4 gomos de linguiça toscana sem pele moida;
– 1 taça de vinho Chianti;
– 400g de arroz arbóreo sem lavar;
– 1 colher de sopa de manteiga;
– 2 litros de caldo de carne fervente;
– Azeite;
– Parmesão ralado (Grana Padano ou Parmigiano Reggiano);
– Queijo pecorino em lascas (opcional);

linguiça toscana e cebola roxa

Vamos começar colocando, em fogo baixo, uma panela com o caldo de carne. Assim, o caldo estará quente quando chegar o momento de regar o arroz.

Antes de começar o risoto, também precisaremos retirar aquela pelezinha que envolve a linguiça toscana.

linguiça toscana

Agora que já estamos com tudo organizado, podemos começar o nosso risoto! Primeiro, refogaremos a cebola e a linguiça em um pouquinho de azeite, em fogo médio. Quando a cebola estiver dourada e a linguiça mudado de cor, é hora de aumentar o fogo e acrescentar o arroz. Vamos misturar por cerca de dois minutinhos, até que fique levemente transparente. Agora, colocaremos o vinho e continuaremos mexendo, até que ele evapore.

risotto

Aos poucos, acrescentaremos o caldo de carne e continuaremos mexendo. Isto deixará o nosso risoto bem cremoso.

E assim, seguiremos “regando” o nosso arroz, com muita paciência, até que ele fique “al dente”. Para finalizar, é só colocar a manteiga e o parmesão, misturando bem direitinho!

risotto de linguiça toscana

Decore com lascas de parmesão ou pecorino!

Arroz quase à piemontese: aproveitando as sobrinhas

arroz piemontese

Sabe aquele arroz que você fez em grande quantidade e está rolando na geladeira? Vamos dar uma repaginada e deixa-lo com cara de novo. Faremos um arroz quase à piemontese! Vamos precisar de:

– 3 xicaras de arroz pronto;

– 1 lata de creme de leite (300g). Se você tiver creme de leite fresco ficará ainda melhor!;

– 50g de queijo ralado;

– 1/2 xícara de sobrinhas de queijo picado (opcional);

– Noz-moscada a gosto;

– Sal e pimenta a gosto.

arroz pronto

Vamos colocar o arroz pronto numa panela, deixa-lo aquecer um pouco em fogo médio e despejar o creme de leite. Em seguida, iremos acrescentar o queijo ralado e as sobrinhas de queijo – se forem pedacinhos de parmesão, melhor ainda. Mas você pode usar, também, prato, mozzarella, gorgonzola… o que tiver na sua geladeira. Acerte o sal e complemente com um pouquinho de pimenta e noz-moscada. Quando os pedacinhos de queijo derreterem, é sinal de que está pronto.

arroz à piamontese

Voilà! Arroz saboroso e uma nova opção para o seu jantar!

Risoto caprese: com tomates-cereja e mozzarella debúfala/Grape tomatoes and fresh mozzarella risotto

Receita risoto fácil caprese

O risoto caprese é uma delícia: alías, de maneira geral, adoro essa combinação de tomate e mozarella de búfala. É um prato um pouquinho trabalhoso, mas não é difícil de ser feito. O bom é que você pode mudar sempre os ingredientes e, até mesmo, usar sobrinhas da sua geladeira. Para faze-lo, vamos precisar de:

Ingredients:

– 200g de tomate cereja / 200g grape tomatoes;

– 200g de mozzarela de búfala/ 200g of fresh mozzarella or bufallo mozzarella;

– 80g de queijo Grana Padano ralado na hora (mais ou menos 1 xícara) / 80g of Parmesan cheese (freshly greated);

– 1 taça de vinho branco seco / 1 wineglass of dry white wine;

– 1/2 xícara de manjericão picado / 1/2 of chopped basil;

– 2 xicaras de arroz arbório / 2 cups of Arborio rice;

– 2 litros caldo de legumes (1 cenoura, 1 cebola e 1/2 talo de aipo) / 2 lts os vegetables stock ( made of 1 carrot, 1 onion and 1/2 head celery);

– 1/2 cebola bem picadinha / 1/2 onion, chopped into small pieces;

– 1 dente de alho / 1 clove of garlic;

-2 colheres de sopa de manteiga sem sal / 2 tbs of unsalted butter;

– Azeite / olive oil;

– Sal e pimenta a gosto / salt an pepper to taste.

Manjericão fresco

Antes de começar o risoto – ou risotto – , vamos ao caldo de legumes. Uma boa base para o caldo, ou mirepoix, é cebola, cenoura e aipo. Mas confesso que nunca tenho aipo em casa e muitas vezes faço o caldo só com cenoura e cebola mesmo. Vamos deixar em fogo baixo, numa panela, pois utilizaremos esta água para cozinhar o risoto.

Para deixar tudo prontinho, cortaremos as cebolas em cubinhos muito pequeninos, os tomates-cereja e a mozzarella de búfala ao meio e espremer o dente de alho.

Vamos começar refogando a cebola e o alho com azeite. Quando estiverem “suados” (sem dourar), colocaremos o arroz e iremos mexer até que as bordas dos grãos fiquem um pouquinho transparentes. Pode aproveitar para malhar o bíceps: esta parte é superimportante para a nossa receita. Quando o arroz estiver tão quente a ponto de você falar aquel “ai” ao tocar nele, é hora de acrescentar o vinho branco. Se quiser, pode substitui-lo por saquê ou espumante.

Quando o nosso vinho evaporar por completo, adicione o caldo, aos poucos, mexendo de vez em quando. Quando tiver sido incorporado pelo arroz, é hora de colocar mais. E assim, seguimos nesta operação até que o arroz fique cozido. Ele deve ficar “al dente”: os grãos quase transparentes, mas branquinhos por dentro. Se estiver na dúvida, é só provar! Coloque o sal e a pimenta e continue mexendo.

risoto caprese preparo

Quando estiver gostoso para o seu paladar, desligue o fogo e coloqueo queijo grana padano, as folhinhas de manjericão, grosseiramente picadas com as mãos,  os tomatinhos-cereja e a mozzarella de búfala cortados ao meio. Agora, é só misturar bem e acrescentar a manteiga ou azeite, e mexer com vigor. Isto ajudará a dar a cremosidade do risoto.

Receita fácil de risotto risoto

Voilà! Pode ser servido como entrada ou prato principal e, acompanhado de um bom vinho, fica ainda mais gostoso!
Dica: o risoto precisa ser servido na hora 🙂

Risoto caprese cremoso

Bon Appétit!

Arroz de brócolis

arroz brocolis

Essa receita é muito simples e uma ótima maneira dar uma repaginada naquele arroz que está rolando na geladeira.

Para faze-la, você vai precisar de:
– 1 maço brócolis fresco;
– 400g de arroz já pronto;
– 3 dentes de alho amassados;
– 1/4 de cebola picada;
– Sal a gosto.
– Azeite para refogar;
Primeiro, vamos retirar as folhas do maço de brócolis e cortar as flores em pedaços. Para este arroz, não utilizaremos os talos e as folhas. Mas não se preocupe: em breve vou postar uma receita deliciosa, aproveitando estas sobrinhas.
Vamos cozinhar somente as flores em água bem quente, até que fiquem macias (uns 10 minutos, aproximadamente) e reservar um pouco desta água, pois ela também será usada na receita.
Numa panela, refogue o alho e a cebola no azeite, até ficarem douradinhos e acrescente, então, as flores de brócolis, já cozidas. O próximo passo será transforma-las numa pasta: como não tenho processador, uso o liquidificador, que funciona perfeitamente.
Corte a verdura em pedaços para bater mais rápido e coloque um pouquinho da água quente em que foi cozida (cerca de 1/4 de xícara). Assim, ela irá processar com mais facilidade e se transformará numa linda pasta!
Numa panela junte o arroz e a pasta de brócolis. Misture bem e, se necessário, acerte o sal.
Volià! Muito fácil e uma ótima maneira de aproveitar o arroz que você tem na geladeira!
brocolis 2

Risoto de chapéu – camarões e limão siciliano

Photo (7)

O fim de semana é um momento para relaxar… e cozinhar! Como já tinha meia caixa de arroz arbório na despensa, decidi fazer um risoto. Passei no mercado e comprei uns camarões e limão siciliano.

Apesar de ter mais ingredientes, a receita não é complicada! Para fazê-la, você vai precisar de:

– 400 g de arroz arbório;

– 1/2 kg de camarões cinzas limpos (guarde as cascas e cabeças);

– 2 limões sicilianos;

– 1/2 cebola picada;

– 2 dentes de alho picados;

– 200g de queijo grana padano ralado;

– 1/4  de xícara de prosecco;

– Sal e pimenta a gosto;

– azeite para refogar.

Tempere os camarões, já limpos, com alho, azeite, sal, pimenta e deixe-os num recipiente, na geladeira, por cerca de meia hora marinando. Numa panela com água, coloque as cascas e cabeças dos camarões e deixe cozinhar em fogo médio por uns 10 minutos: este será o caldo que usaremos para cozinhar o arroz arbório.

Em outra panela, refogue metade da cebola no azeite e, quando estiverem douradas, acrescente os camarões.

Photo (10)

Cozinhe até que fiquem rosados. Reserve.

Nesta mesma panela, refogue o restante da cebola, acrescente o arroz, o sal, a pimenta e mexa por alguns minutos. Coloque o prosecco e misture mais um pouquinho até que evapore.  Aos poucos, vá acrescentando o caldo (quente) e mexendo sem parar – essa receita é ótima, pois você precisará  misturar bastante e, com isso, perderá algumas calorias. Poderá comer com menos culpa!=)

Quando o arroz já estiver quase cozido, acrescente o limão siciliano e, depois de pronto, o queijo parmesão ralado e um fio de azeite. Acerte o sal, se necessário.

Misture os camarões e voilà! Pronto.

Ah, e por que ” risoto de chapéu” ? Isto tem a ver com a apresentação do prato.

Photo (8)

Cortei um limão siciliano um pouco acima da metade e retirei, do pedaço maior, o interior. Assim, ele ficará parecendo um copinho.

Photo (9)

E é nele que você irá servir o risoto e colocar, em cima, o outro pedaço – que parece um chapeuzinho. Agora está explicado!

Photo (11)

Bon appétit!

Arroz Rico

arroz rico

Domingo você acorda, depois de uma semana corrida no trabalho, e descobre que não tem quase nada na geladeira. O que fazer para o almoço? Um arroz rico é uma ótima opção para estes casos de emergência gastronômica.

Nesta receita, aproveitei um lombinho já pronto, que tinha congelado na semana anterior, do almoço de Páscoa (fica gostoso com frango também). Descobri na despensa dois itens indispensáveis: milho e ervilha em lata. E aproveitei um restinho de molho de tomate que tinha no fundo da geladeira. Pronto! Já temos os ingredientes para o arroz rico.

Cozinhei o arroz, misturei o milho, a ervilha, o molho de tomate e o lombinho desfiado. Coloquei numa travessa, polvilhei com queijo ralado, gratinei rapidamente no forno e Voilá ! Agora é só separar o prato e os talheres =)