Canudinhos de doce de leite

canudinhos de doce de leite

Que tal rechear deliciosos canudinhos com a receita de doce de leite que postamos aqui?

canudinhos cones

Você consegue comprar estes conezinhos nos mercados ou faze-los com massa de pastel (cortando ao meio a massa, enrolando no formato de um cone e levando ao forno médio por uns 20 minutinhos, com a abertura para baixo, numa travessa untada com manteiga = ).  Depois, é só rechear!

canudinhos cones de doce de leite

Você pode usar um saco de confeiteiro ou uma colher para colocar o recheio. Uma dica: fica delicioso, também, com brigadeiro. Se for o brigadeiro gourmet que fizemos aqui, melhor ainda! 😉

Doce de leite caseiro

Doce de leite caseiro

Essa é mais uma dica do que uma receita. Acho que este doce de leite feito com leite condensado fica supergostoso e é muito fácil de fazer. Uma delícia para comer puro, com queijo minas ou para rechear bolos, por exemplo. Só vamos precisar de:

– 1 lata de leite condensado (um bom leite condensado!);

– Panela de pressão.

Vamos lavar a lata de leite condensado com água e sabão. Se tiver rótulo, precisaremos retirar. Em seguida, colocaremos a lata dentro da panela de pressão e cobriremos com água, até mais ou menos dois dedos acima. É importante não enchermos muito a panela de pressão: o ideal é que água e ingredientes cubram somente 2/3 da panela.

Feche direitinho e deixe em fogo alto, até “pegar pressão”, como dizemos por aí. Quando começar a apitar, diminuiremos o fogo e deixaremos cozinhando por cerca de 25 minutos.

Doce de leite caseiro

Sei que você ficará com vontade de abrir logo a panela e comer uma colherada deste doce de leite delicioso.. mas é preciso esperar. Esperar a pressão sair e, o mais importante, esperar a lata esfriar bem (umas 2 horas, por precaução).  Se você abrir logo, o doce de leite poderá sujar a sua cozinha toda ou você se queimar. Não tem mistério, basta paciência!

 

E vale a pena! Fica uma delícia =).

doce de leite caseiro

Crumble de frutas vermelhas

Crumble de frutas vermelhas

Quer fazer uma sobremesa fácil e rápida? Impressionar o maridão, a esposa, a família, os amigos? Então chegou a sua chance. Não, não é discurso de comercial de TV. É verdade! Essa receita é simples e fica muito saborosa!

Para o “crumble”- a farofinha:

– 3/4 de xícara de farinha de trigo;

– 1/2 colher de chá de fermento em pó;

– 1/4 de xícara de manteiga fria, cortada em cubinhos;

– 3 colheres de sopa de açucar Demerara (você pode usar o açucar refinado, sem problemas… bem mas fácil de ter na sua despensa, né?).

Recheio:

–  1 xícara de morangos em rodelas;

– 1/2 xícara de mirtilo, também conhecido como blueberry;

– 2 colheres de sopa de açucar.

– 1 gotinha de essência de baunilha;

Vamos começar fazendo a nossa farofinha, o crumble. Numa travessa, misturaremos a farinha e o fermento. Em seguida, colocaremos a manteiga gelada cortada em cubinhos. Com a pontinha dos dedos, vamos misturar, com delicadeza, até que vire uma farofa, similar a grãos grossinhos de areia.

Depois disso, colocaremos o açucar e deixaremos na geladeira por uns 10 minutinhos: é o tempo certinho de montarmos os nossos ramekins com as frutas!

Crumble

Gosto de usar ramekins ou travessinhas individuais (esta receita rende aproximadamente 4 porções), mas você pode fazer num recipiente único, maior, sem problemas.

Para cada ramekin: acomodaremos os morangos cortadinhos em rodelas e alguns mirtilos, e polvilharemos 1/2 colher de sopa açucar. Você também pode fazer o recheio de maçã com canela ou banana.

Crumble de frutas vermelhas

Em seguida, colocaremos um pouquinho da nossa farofinha por cima e levaremos ao forno pré-aquecido a 200 graus.

Crumble de frutas vermelhas

Adoro quando aquele lindo recheio rubro começa a se espalhar e se mistura com o nosso crumble. Quando a farofinha estiver dourada, uns 20 minutos depois, mais ou menos, é hora de retirar do forno.

Crumble de frutas vermelhas

Para ficar ainda mais delicioso, sirva como uma bola de sorvete de creme por cima. Mas é importante que ele esteja quentinho!

Crumble de frutas vermelhas

Huum…

Brigadeiro gourmet de chocolate amargo

brigadeiro gourmet chocolate amargo

Quem não gosta de brigadeiro? Alguns podem não amar, outros podem não ligar muito, mas ainda não conheci uma pessoa que dissesse não gostar deste doce. Doce este que, nesta receita, terá um toque amargo: um chocolate que transformará o nosso brigadeiro simples numa sobremesa elegante e, nem por isso, complicada.

Vamos precisar de:

– 100g de chocolate amargo (uma boa marca);
– 1 lata de leite condensado (395g);
– 1 gema;

Numa panela iremos despejar essa maravilha que é o leite condensado. Depois, a gema peneirada (assim, a receita não ficará com um sabor acentuado do ovo). Vamos mexer bem e, só depois, levaremos ao fogo baixo.

brigadeiro

Vamos mexer mais um pouquinho e acrescentar, logo em seguida, o chocolate.

barra de chocolate amargo

Não piquei nem ralei. Para não perder tempo, separei somente aqueles quadradinhos que formam a barra e coloquei na panela.

brigadeiro gourmet

Com muito carinho, vamos mexer bem até que o doce comece a desgrudar da panela. Quando começar a soltar do fundo, está no ponto. Nossa, só de escrever este post fiquei com água na boca!

Numa taça, coloquei um pouquinho de biscoito Maizena/Maria picado e uma camada generosa do nosso brigadeiro gourmet. Para finalizar, mais um toque de biscoito. Você pode substitui-lo por paçoca triturada, amêndoas, pedacinhos de chocolate… Uma delícia!

brigadeiro gourmet amargo

Se quiser, também pode deixar esfriar, enrolar e passar no confeito de sua preferência =).

Um feliz Natal.. com rabanadas!

Adoro o Natal, o encontro com a família, este espírito de união… e muita comilança também. Na minha casa, sempre tivemos a tradição de acordar no dia 25, trocar presentes, abraços, carinho e tomar um café da manhã bem gostoso. E nele, claro, não podiam faltar as tradicionais rabanadas da minha querida mãe, Márcia.

461

Para faze-las, vamos precisar de:

Começaremos cortando o pão na diagonal, em fatias não muito finas, de mais ou menos 1cm.

– 1 pão, tipo baguete, dormido (na dúvida, é só pedir na padaria o pão para rabanada). Se você não tiver comprado este pão e quiser comer uma rabanada no café, ainda há chance: pode usar pão francês amanhecido;
– 3 ovos;
– 3 xícaras de leite;
– 3 colheres de sobremesa de açúcar;
– Óleo para fritar;
– Açúcar e canela misturados a gosto.

Começaremos cortando o pão em fatias não muito finas, mais ou menos 1 cm.

477

Em outro recipiente, colocaremos o leite misturado com o açúcar.

Em seguida, vamos bater os ovos e desepejá-los numa travessa.

Num terceiro prato, a farinha de rosca.

Vamos colocar uma travessa ao lado da outra, na seguinte ordem:
– Leite com açúcar;
– Ovos batidos;
– Farinha de rosca.

Agora, pegaremos uma fatia de pão e molharemos, por apenas alguns segundos, no leite, para que não fique muito mole.

image
Depois, passaremos esta mesma fatia nos ovos batidos, de um lado e do outro. Chegou a vez da farinha de rosca: também faremos dos dois lados do pão. É importante seguir esta ordem pois, se não o fizermos, corremos o risco de a nossa rabanada ficar com muito gosto de ovo.

Dica: se for empanar as rabanadas com as as mãos, não use mesma para os líquidos e secos . Se usar a mão esquerda para passar as rabanadas no leite e nos ovos, use a direita para a farinha de rosca. Deste modo, você evitará que se forme aquela massinha de líquidos com farinha, que costuma fazer a maior sujeira. E isto nós queremos evitar! 😉

Como gosto de uma casquinha respeitável, repito a operação nos ovos e na farinha (sem passar no leite novamente). A nossa rabanada está pronta para ser frita.

Esquente uma panela com um pouco de óleo e frite dos dois lados. Retire e deixe secar bem no papel toalha. Quando o excesso escorrer, passe a rabanada na mistura de açucar e canela. Se você quiser, também pode faze-las no forno. Para isso, basta untar uma travessa com manteiga e um pouquinho de açúcar e canela, e levar ao forno pré-aquecido a 180 graus, por aproximadamente 25 minutinhos. Vire as rabanadas e deixe por cerca de 15 minutos, ou até ficarem bronzeadas!

Prontinho! Agora é só servir as rabanadas e curtir o dia com a família.

rabanada

Rabanada no pratinho pintado pela minha mãe (que orgulho! : )

Um feliz Natal para todos!

467

Receita de pudim de leite, um deleite!

O pudim de leite, que carinhosamente apelidei de “deleite”, é uma das sobremesas que mais gosto. E tem uma grande vantagem: são necessários poucos ingredientes. E, a maioria, você deve ter na sua geladeira ou na despensa. Para esta deliciosa sobremesa, vamos precisar de:

– 1 lata de leite condensado;
– 1 lata de leite (vamos usar a lata de leite condensado como medida);
– 3 ovos de galinhas felizes, como a Catarina, lá da chácara;
– 3/4 xícara de açúcar, para a calda.
Vamos bater o leite, o leite condensado, os ovos no liquidificador e reservar. Agora, é a vez de fazer a calda do pudim: colocaremos, na boca do fogo, a forma de pudim (como se fosse uma panela) com o açúcar. Deixaremos em fogo baixo, girando, de vez em quando (sem misturar com colher).
caramelo
Quando a calda estiver dourada, desligaremos o fogo e despejaremos a mistura, feita no liquidificador, na forma com a calda.
O próximo passo é cobrir com papel alumínio e levar ao forno (médio), por cerca de 1 hora, em banho-maria , na grade superior do forno, para alcançar o ponto ideal e ficar DELICIOSO! Depois de pronto, deixe na geladeira de um dia para o outro (no mínimo umas 6 horas, para ele ficar bem firme).
Na hora de desenformar, um truque: coloque a forma por alguns segundos na chama do fogo. Assim, o caramelo irá derreter um pouquinho e o pudim sairá com mais facilidade! Em seguida, passe uma faquinha nas laterais, para soltar o açúcar caramelado, ponha um prato em cima e vire.
Pudim
Prontinho! Lá estará o seu pudim.

Tiramisù: mais uma delícia da Itália

Tiramisù

Não se sabe ao certo a origem do Tiramisù. Encontrei relatos de que o doce seria de Treviso e informações de que teria surgido em Siena, conhecido como “zuppa del duca” na época, e fora preparado para a visita do Grão-Duque Cosimo III de’ Medici.

Vêneto ou Toscana, o fato é que se trata de um doce muito saboroso e, apesar de um pouquinho trabalhoso, não é difícil de fazer. Vamos precisar de:

– 3 ovos;

– 4 colheres de sopa de açucar;

– 250g de queijo mascarpone;

– 1 caixa (180g) de biscoitos tipo champanhe;

– 1 e 1/2 xícara de café pronto, bem forte;

– 1/4 de xícara de licor de chocolate, café, amêndoa ou conhaque.  Já fiz também com Cointreau e a receita ficou com um delicioso toque cítrico;

– 1 pitada de sal;

– 2 colheres de chá de extrato de baunilha (opcional. Não é usado nas receitas mais tradicionais);

– Cacau em pó para polvilhar.

A primeira tarefa é separar as gemas das claras. =) Numa tigela, vamos bater as gemas com o açucar e a baunilha (caso use), até que se transformem num creme claro. Em seguida, acrescente o mascarpone, misture bem e reserve.

Em outra, vamos bater as claras em neve com uma pitadinha de sal. Quando estiverem firmes juntaremos, com muito carinho, ao creme de gemas, açucar e mascarpone. Se tiver em casa, é um bom momento para utilizar o seu fouet. Reserve.

claras em neve, gemas e café

Num outro recipiente, vamos colocar o café forte, já pronto, e misturar o licor para umedecermos os biscoitos champanhe. Dica: nesta etapa não queremos que os biscoitos fiquem muito molhados. Por isso, vamos deixa-los no café com licor por, no máximo, dois segundos. Assim, o tiramisù ficará com uma ótima textura!

Depois de úmidos, cobriremos o fundo de um pirex com os biscoitos, como na foto.

tiramisù

Em seguida, colocaremos uma camada de creme. E assim vamos alternando creme e biscoito umedecido até preencher a travessa. Dica2: você já pode montar o tiramisù diretamente num bela taça, onde irá servir. Fica lindo!

tiramisù

Agora, é só deixar na geladeira por, pelo menos, 3 horas.

Prontinho! Uma delícia da Itália na sua mesa =)

Mousse de Chocolate

Mousse de chocolate

Nada melhor do que mousse de chocolate para começarmos bem a semana! Uma sobremesa muito saborosa e uma ótima opção para servirmos num almoço ou jantar em nossa casa. Vamos precisar de:

– 200 g de chocolate meio amargo em barra;

– 100g de manteiga sem sal;

– 5 ovos;

– 5 colheres de sopa de açucar;

– 1/2 cálice (mais ou menos 4 e 1/2 colheres de sopa) de licor Frangélico – opcional, mas dá um toque.

O primeiro passo será derreter o chocolate em banho-maria. Vamos misturar, aos poucos a manteiga, para que derreta junto com o chocolate.

chocolate

Enquanto o chocolate está derretendo, vamos separar as claras das gemas. Vamos misturar bem as gemas com o açucar, até que fiquem esbranquiçadas, e reservar. Já as claras, bateremos em neve. São elas que darão a leveza à mousse. Para isso, usaremos um fouet (se formos bater manualmente) ou uma batedeira (velocidade mínima por 2 minutos e alta, por cerca de 4, mais ou menos) , fazendo sempre movimentos circulares. Nessa hora, imagine que a sua mão é o ponteiro de um relógio, que está caminhado pelas horas. 1, 2, 3… 6.. 12, e novamente, 1, 2 3…

Em alguns minutos a mágica acontece: aquelas claras sem muita graça se transformarão em neve! Para saber a hora de parar de bater, é fácil. Se você tirar o batedor da mistura e em sua ponta se formar um pico  (sim, um pico, como o da bandeira, agulhas negras, só que de clara), está no ponto! Reserve.

A esta altura, o chocolate já derreteu e iremos juntá-lo à mistura de gemas e açucar, sempre mexendo bem. Vamos colocar, também, o licor.

mousse mistura

Agora, vamos incorporar as lindas claras em neve a nossa mistura. É importante que seja feito com muita delicadeza, pois é isto que dará a textura que queremos na mousse.

Em seguida, levaremos à geladeira por umas 3, 4 horas.

Voilà! Nossa mousse está pronta para ser degustada. Ah, tome cuidado para não devorar a tigela inteira…. =)

mousse pronta com chocolate

Se quiser, decore com raspas de chocolate.

Dica: no dia seguinte ela fica ainda mais gostosa!

Flanppuccino

flanpuccino

Fiz essa receita e achei muito refrescante, além de ser uma sobremesa relativamente light, dependendo dos ingredientes utilizados. Vamos precisar de:

– 1 pacotinho de gelatina em pó sem sabor;

– 1/2 xícara de água quente;

– 1 xícara de leite (de preferência desnatado);

– 1 xícara de creme de leite (de preferência light);

– 1 sachê de cappuccino light (14g);

– 1 colher de sobremesa de chocolate em pó;

– 1 colher de chá de essência de baunilha;

– 1 sachê de adoçante ou 2 colheres de chá de açucar;

– 1 pitada de sal;

ingredientes

Primeiro, vamos dissolver a gelatina sem sabor na água quente e mexer até que nenhum cristal fique visível. Reserve.

gelatina sem sabor

Num outro recipiente (pode ser um copo mesmo), vamos misturar o sachê de cappuccino ao leite, até que se dissolva completamente. Quando a mistura estiver bem homogênea, vamos acrescenta-la à gelatina, já dissolvida no outro potinho. Depois, é só juntar os demais ingredientes: o creme de leite, a pitada de sal, o adoçante, o chocolate em pó e a essência de baunilha, mexendo bem até que não fique nenhum pedacinho – ou quase nenhum – aparecendo.

doce de capuccino

Para ele endurecer, precisaremos levar à geladeira por 6 horas. O ideal é fazer num dia para comer no outro. Se tiver um espacinho na primeira prateleira da sua geladeira, deixe o doce lá – é o lugar mais geladinho =). Ele ficará assim, firme como uma gelatina:

flanppuccino

Para decorar, passe um pouquinho de chocolate em pó numa peneira e polvilhe sobre o doce.

chocolate em pó

Você pode servir direto no potinho que levou à geladeira ou cortar uma fatia e, com muito carinho, repousar sobre um prato.

flanppuccino

Você também pode corta-lo em pequenos retângulos e servir como na foto abaixo. =)

Flanppuccino

Prontinho! Agora é só provar =).