Receita de massa caseira strozzapreti; homemade strozzapreti

Strozzapreti feito em casa

• 200g de sêmola de grano duro

• 120 ml água morna

• Sal

Num bowl, coloque a sêmola e, devagarzinho, acrescente a água morna. Misture com um garfo até que os ingredientes se misturem. Enfarinhe uma superfície limpa com sêmola e coloque a massa. Mexa bem até que fique macia e lisa. Envolva com plástico filme e deixe descansar por 30 minutinhos.

Com um rolo de macarrão – daqueles bem tradicionais das mammas italianas- abra a massa na superfície com a sêmola, até que forme um disco.

Com cortador de pizza, faça cortes verticais, como se fosse um tagliatelle.

Para deixar no formato do nosso strozzapreti, pegue uma tira de massa, coloque na palma da mão e gire. Em seguida, corte no comprimento que preferir.

Esquente a água, coloque sal e, quando estiver fervendo, acrescente a massa. Quando subirem, assim como o nhoque, está prontinho!

Sirva com o seu molho preferido e buon appetito!

**************************************

Homemade strozzapreti

• 200 g Finely Ground Semolina Flour

• 120 ml warm water

• Salt

In a bowl, add the semolina. Slowly drizzle in the warm water stirring with a fork until your dough begins to clump together.

With your hands, form the “fontana” , a well in the flour. In the center of the well slowly drizzle in the warm water and mix gently with a fork. When the mixture begins to clump together, turn it onto a floured surface and knead the dough until smooth and soft, without overworking the dough.

Cover with plastic wrap and let the dough rest for 30 minutes. Open the dough on a floured surface and shape it into a flat disk. With a pizza cutter, cut strips.

Pick up one strip, place it between the palms of your hands, gently rub to twist the dough to create the strozzapreti shape and tear it off on the length you prefer. In a pot with boiling water and salt, add the past: it’s ready when it rises to the top.

Cook your favorite sauce and buon apetito!

Saladinha ítalo-tupiniquim

Tomatinhos, baby rúcula e queijo minas orgânicos. 

O vermelho tomatinho cortado, o queijo minas do Rio em cubinhos. A rúcula pequenina por cima para mais um colorido.  Azeite, sal e pimenta-do-reino dão o tempero. Gotinhas de vinagre ou limão siciliano também são bem-vindas. 

Está pronta a nossa saladinha com as cores da Itália e os ingredientes cultivados pelos produtores locais – com tanto carinho – em solo Tupiniquim. 

#produtoreslocais #feiraorganica #circuitoorganico #circuitoorganicocarioca #tomate #pomodoro #queijo #cheeselovers #queijodeminas #organicfood #localproducers #produtoreslocaisrj #brejal #receitafacil #receita #salada #saladinha #salad

Receita de risoto de laranja e ragu de pato

Mercado no fim de semana encheu a geladeira. Passeando pelas gôndolas e a vontade súbita ir para a Itália! E nada melhor do que um belo risoto para nos transportar – numa garfada – para lá.


– 2 xícaras de arroz arbório;

– 2 colheres de sopa de manteiga;

– 1/2 cebola picadinha;

– 1/2 xícara de salsão picado vem miudinho;

– suco de 2 laranjas seletas;
– Sal e pimenta;

– 1 taça de vinho branco seco para a receita e outra para você tomar durante o preparo;

– 1/2 xícara de Frana Padano ralado na hora

Caldo de legumes:

– 1 litro de água;

– 1 cenoura pequena cortada em pedaços grandes;

– 1 talo de salsão grosseiramente cortado;

– 1 cebola cortada em 4;

– Tomilho, louro e alecrim amarradinho por um barbante culinário: o nosso bouquet-garni.

– Casca de 1/2 laranja (sem aquele parte branquinha, mais amarga).

No mercado, o arroz arbório entrou no carrinho e convidou os outros ingredientes. Numa panela água, cebola, cenoura, salsão e um bouquet de louro, tomilho e alecrim para um caldo de legumes. Uma casquinha de laranja – sem a parte branquinha – para um toque especial. Noutra panela, cebola cortada pequenina jogada em cima da manteiga ou azeite quentes. Quando a cebola já estava ficando transparente, entrou o arroz arbório. Os grãozinhos fizeram a festa, ainda mais quando chegou o vinho. Aqui, um branco seco, que foi para a panela e para a taça. Vinho evaporando, blues tocando e o arroz cozinhando. Suco de laranja para dar aquele sabor. Colher firme mexendo e caldo de legumes regando o nosso risoto. Quando estava bem al dente, chuva de grana padano ralado, acompanhado de uma boa colher de manteiga. Pronto: só botar a mesa e servir com o ragu por cima. 

Para o Ragu:

– 500g de pato moído;

– 400g de pomodori pelati (molho de tomate pelado);

– 2 colheres de sopa de extrato de tomate;

– 1/2 cebola roxa picada;

– 1 cenoura cortada em cubinhos pequeninos;

– 1 talo de aipo, também em cubinhos mínimos;

– 1/2 taça de vinho tinto;

– Azeite.

– Tomilho, louro e alecrim, amarradinhos com um barbante culinário. O nosso lindo bouquet-garni.

– Sal e Pimenta a gosto.

– 1/2 xícara de água.

A panela esquenta no forno com azeite, que recebe a cebola de braços abertos. Aipo e cenoura se juntam e dão um colorido especial. Ficam conversando e trocando as cores, em fogo baixo, por alguns minutinhos. Ao, verde, roxo e laranja se junta o vermelho vivo da carne de pato. A colher mexe para unir os sabores e separar as pelotinhas. Uma panela grande é uma boa dica para comportar este ingrediente espaçoso. O vinho traz sabor e, ao evaporar, convida os molhos de tomate. Sal, pimenta, o nosso lindo bouquet. Água para completar. O ideal é não acelerar o relógio e deixar cozinhando por uma hora, sempre de olho para o molho não secar. Se o cheirinho estiver tomando conta da casa, acelere um pouquinho o relógio – fica sendo o nosso segredo – e bon appétit !

Domingo mais feliz é com almoço em família

Domingo mais feliz é com almoço em família. Ainda mais quando se descobre um restaurante italiano cheio de história e comida deliciosa. Que dá vontade de perder a hora, conversar à mesa, sem pressa, e tomar vinho à tarde toda. 


Bruschettas de pomodoro e antipasto de presunto de parma, pêras, melão e Grana Padano coloriram a mesa. 


O medalhão de salmão e o risotto de laranja acompanharam as divertidas histórias dos nonnos. 


Para a sobremesa, uma colherada do tiramisù que alegrava o meu pai e um pedacinho da pêra cozida em vinho com especiarias que roubava a atenção da aniversariante: minha mãe. 


Para abraçar todos estes sabores, cantucci e vin santo. 


E um cafezinho para terminar, antes da volta – de carona – para casa. 

#emporiosacrafamilia #sacrafamilia #sacrafamiliadotingua #riodejaneiro #valedocaferj #culinariaitaliana #comidaitaliana #italianfood #italianculinary #food #foodporn #instafood #foodblog #bruschetta #pomodoro #vinsanto #cantucci #parma #oquetemnageladeirahoje #love #comfortfood #comidaboa #nonno #tiramisu

Receita de creme de espinafre sem leite

Adorei essa receita de creme de espinafre criada pelo Celo e pela Nat. É ótima para quem tem restrições ao leite e derivados, além de muito gostosa – e para quem não tem, como eu, provar novos sabores e consumir ainda mais legumes. 🥕🍆🍠


A base aqui é um creme de couve-flor, que foi feito com couve-flor bem cozida, batida no liquidificador. Em seguida, temperado com alho-poró, cebola, sal, pimenta. 
Para o espinafre, refogamos o alho no azeite (ou ghee), acrescentamos as folhas e temperamos com sal e pimenta. Depois, misturamos ao creme e usamos um mixer – você pode usar o liquidificador. Na hora de servir, colocamos macadâmias picadas, para dar um crocante gostoso! Vale testar e colocar os seus temperos e cores 😊.

O creme também fica ótimo para fazer outros molhos ou sopas, como uma deliciosa de cogumelos que também provei por aqui.😋

 #abrindoacabeca #novossabores #australia #oquetemnageladeirahoje #viagem #trip #viajenaviagem #receitafacil #receitapratica #lacfree #receitalacfree #receitasemlactose #dairyfree #equilibrio #saude #saudavel #foidpic #instapic #instafood #foodblog #comida #casaecomida #menu #revistamenu #dicadehoje #cremedeespinafre #espinafre

Receita de frango empanado com farinha de amêndoas 

Essa semana fiz macarons lá em casa e sobrou um pouquinho de farinha de amêndoas e algumas gemas. Resolvi juntar os dois para não jogar fora as “sobrinhas” da receita dessa sobremesa. O que era doce virou salgado, e uma alternativa ao bom e velho frango grelhado. 


O tempero é a nossa criatividade: sal, pimenta e o que mais der vontade. As coxinhas da asa aterrissaram nas gemas e, em seguida, na farinha de amêndoas. Pode usar forno ou air fryer, mas deixe ali até dourar. Um molhinho de mostarda Dijon, mel e hortelã picada para acompanhar. Prontinho: simples e prático o nosso jantar. E o melhor: sem desperdiçar. 😋 

Receita de camarão com Catupiry na moranga (mini)

Estava andando pelo hortifruti, encontrei essa abóbora pequenina e charmosa, e achei que ficaria uma delícia rechear com camarão e Catupiry. 

Receita de camarão com catupiry na moranga

Com ela crua, cortei a parte de cima e fiz uma “tampinha”. A ideia é que, na outra parte, seja colocado o recheio. Aconcheguei as morangas, as deixei embrulhadinhas no papel alumínio e levei ao forno médio por cerca de 30 minutos. Com um olho no peixe e outro no gato, fui fazendo o camarão, refogando 1/2 cebola, 2 dentes de alho com um pouquinho de azeite de dendê. Se não gostar, é só usar manteiga ou azeite de oliva. Acrescentei 1/2kg de camarão cinza já limpo e, quando ficaram levemente rosados acrescentei 1/4 taça de vinho branco (também opcional). 300g de Catupiry se encontraram na maior alegria com outros ingredientes (assim que o vinho evaporou). As 2 cs de extrato de tomate chegaram para dar um colorido. Sal e pimentinha. Um pouquinho de leite pode ser bem-vindo para quem gostar do molho um pouco menos espesso. A essa altura, as minimorangas já estavam assadas. Preferi retirar as sementes nessa etapa: fica mais fácil porque o interior já está molinho, mas pode limpar antes, se preferir. Separe as sementes – no forno e com sal podem virar tira-gosto – e junte a polpa da abóbora cozida ao camarão. Em seguida, recheie, coloque uns pedacinhos de queijo por cima e leve para gratinar por mais alguns minutos. Depois, é só aproveitar esse jantar feliz!

Receita de camarão com catupiry na moranga

 #camarao #camarao #frutosdomar #camaraocomcatupiry #instafoodie #instafood #food #foodblog #foodpic #receitas #receitadecamarao #receitafacil #receitaboa #abobora #moranga #catupiry

Bruschetta de cogumelos e espinafre / Mushrooms and spinach bruschetta

Bruschetta de cogumelos e espinafre / Mushrooms and spinach bruschetta.🔸🔸🔸


Era uma vez um espinafre refogadinho do reino da jantares-de-outrora, que morava na minha geladeira. Um dia, caminhando pelo incrível reino de ingredientes orgânicos, avistei cogumelos encantados. Então, a mágica aconteceu! O triste e eaquecido espinafre se transformou numa bela e deliciosa bruschetta de espinafre com congumelos.

E a mágica começa…

No azeite, refogue 1/4 de cebola e 1 dente de alho, cortados bem pequeninos. Acrescente os cogumelos cortadinhos, 1c café de suco de limão e tomilho. Naquele momento que a gente está na cozinha e acha que é chefe, resolvi pegar um tantinho do vodka que estava no bar e flambei! Mas isso é só se você estiver inspirado e sem nenhum look ploc anos 80 de nylon. 🤔Acerte o sal e coloque um pouquinho de pimenta. Para montar, como não tinha pão italiano em casa, usei o de centeio. Você também pode usar um #semgluten . Esfreguei um pouquinho de alho no pão, coloquei a sobrinha de espinafre, os cogumelos, tomatinhos cereja cortados e levei ao forno por uns 7 min. 😋

Once upon a time, there was a beatiful but sad sautéed spinach on my fridge from the not-that-distant meal kingdom. One day, I was walking on the incredible realm of organic ingredients and I saw those enchanted mushrooms. And then, the magic happened! The sad and forgotten spinach became a delicious spinach and mushrooms bruschetta. 
And let the magic begin!

On a pan, drizzle a little bit of olive oil and sautée 1/4 onion and 1 clove of garlic finely chooped. Add the chopped mushrooms , 1 teaspoon of lemon juice and 1 tablespoon of thyme. If you want a tale of adventure, add a little bit of vodka and flambé the mushrooms. Just be sure you’re not wearing any 80’s-inspired look, with nylon 🤔. Add pepper and salt to taste. Rub a cut clove of garlic on the bread – you can use #glutenfree bread too. Since I didn’t have Italian bread, I used rye bread (1cm thick). Put the spinach, add the mushrooms, cherry tomatoes and bake it on medium high oven for about 7 minutes. Bon appétit! 

Wrap com sobrinhas de frango/ chicken wrap

Ontem, frango assado. Hoje, wrap de pasta de frango!

Yesterday, roasted chicken. Today, chicken wrap!


Desfie as sobrinhas do frango e misture ou processe com iogurte natural (sem açúcar) e mostarda Dijon. Acrescente seus temperinhos preferidos e crie a sua versão 😄. Aqui, usei páprica, um pouco de cúrcuma para dar um colorido, sal, pimenta, uma pitada de canela e um pouquinho de suco de limão.🔸🔸🔸🔸🔸🔸🔸Yesterday, roasted chicken. Today, chicken wrap: shred or process the chicken leftovers with yogurt and dijon mustard. Then, add your favorite spices 😄. Here , I used paprika, turmeric, salt, pepper, a pinch of cinnamon and a little bit of lemon juice.